Arnaldo Niskier

Padre António Vieira e os Judeus

Autor: Arnaldo Niskier
Ano: 2004
Edição: Imago
Peso: 274g

Additional DescriptionMais detalhes

Exemplar com sinais de manuseamento e com assinatura de posse.
Eloquência e liberdade
O ensaio de Arnaldo Niskier, membro da Academia Brasileira de Letras, foi lastreado em pesquisas realizadas dentro e fora do País. Umas no convento das Mercês, em São Luís, outras no Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (Rio de Janeiro), outras em Lisboa e algumas na Biblioteca Rosentaliana de Amsterdam.
A força do texto provém da firmeza com que o Padre Antônio Vieira lidou na defesa das suas convicções, sobretudo quando se referiam aos interesses de Portugal e do Brasil, que ele tanto amou. Colocou sempre a sua poderosa eloquência a serviço do que, na época, se compreendia como direito à liberdade.
Arnaldo Niskier é uma das grandes expressões da educação brasileira. Pelo magistério de 40 anos na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), pelas actividades de 20 anos na Academia Brasileira de Letras, pela presença na Academia das Ciências de Lisboa e ainda pela vasta actuação no campo da literatura especializada. Desenvolveu o tema, desde 1989, após se sensibilizar com uma conferência do poeta Augusto Frederico Schmidt, na Associação Religiosa Israelita (ARI).
Uma grande figura
Há personalidades da História do Brasil que não podem e não devem ser esquecidas. É o caso do Padre Antônio Vieira, orador sacro e escritor português, nascido em Lisboa, em 1608, e falecido em Salvador (Bahia), em 1697. Foi para o Brasil aos sete anos, matriculando-se no colégio dos Jesuítas da Bahia. Destacou-se como pregador e um dos grandes sermões de grande projecção foi o que pedia graças pelo bom sucesso das armas de Portugal contra as da Holanda, em 1640. Quando voltou a Portugal recebeu de D. João IV importantes missões diplomáticas no exterior. Depois voltou ao Brasil, para chefiar missões jesuíticas. Frequentou os cárceres do Santo Ofício (1665-1667), em virtude da sua posição claramente favorável a maiores e melhores entendimentos com a comunidade israelita. Isso não foi devidamente compreendido pelos intolerantes, mas também não serviu de pretexto para que Vieira recuasse das suas claras convicções. É o que este livro da Imago procura demonstrar.


7.00€Preço:
Loading A actualizar o carrinho...