Luísa Maria de Almeida Morgado

Aprendizagem Operatória da Conservação das Quantidades Numéricas

Autor: Luísa Maria de Almeida Morgado
Ano: 1988
Edição: Instituto Nacional de Investigação Científica
Peso: 515g

Additional DescriptionMais detalhes

Exemplar com sinais de manuseamento.
Esta investigação que serviu de dissertação de doutoramento em Psicologia, na especialidade de Psicologia do Desenvolvimento, encontra as suas raízes na Psicologia Genética de Jean Piaget. Procura dar uma contribuição para o estudo do problema da aprendizagem operatória da noção de invariância numérica. Numa primeira parte, são abordadas questões teóricas relacionadas com aquele tema. Logo no primeiro capítulo são apresentados alguns modelos explicativos da construção das noções numéricas todos eles baseados na teoria piagetiana. Em seguida, já no segundo capítulo, estuda-se em pormenor a noção de conservação procurando efectuar-se uma análise crítica das posições assumidas por diversos autores sobre este conceito. As questões levantadas pela aprendizagem operatória bem como uma revisão do que de mais actual se publicou no mundo sobre esta problemática constituem o terceiro capítulo. O último reporta-se a questões de índole psicopedagógica que se prendem com a noção de número. A segunda parte da dissertação consta de uma investigação no terreno em que se pretende efectuar uma aprendizagem da noção de invariância numérica por um conjunto de crianças escolarizadas de seis e sete anos, através da realização de diversos exercícios operatórios inventados pela autora e executados em situações de interacção social. O método utilizado foi o método clínico com a criação do conflito sócio-cognitivo. Os resultados encontrados, tratados estatisticamente, mostram o valor da metodologia utilizada uma vez que mais de dois terços das crianças submetidas á investigação puderam construir a noção em causa.


8.00€Preço:
Loading A actualizar o carrinho...